fbpx
Search
Close this search box.

#DOENÇAS DE INVERNO – Gripes e resfriados

Com o início do inverno e, consequentemente, suas mudanças climáticas, o surgimento de doenças respiratórias transmissíveis, até mesmo o agravamento de outras, torna-se uma rotina corriqueira da época mais fria do ano, tendo em vista a maior chance de circulação de vírus e bactérias.

Dentre as doenças comuns estão a gripe e o resfriado. Apesar de ambos possuírem sintomas que se complementam muitas vezes, eles são originados por diferentes organismos. 

A gripe possui uma ação mais perigosa dispondo de características como a febre alta, dores musculares e de cabeça, coriza e tosse seca. Normalmente, é necessário o suporte de medicações para sua cura.

Já o resfriado tem uma conduta mais moderada, possuindo sintomas como nariz entupido, coriza, tosse e dores no corpo. Caso não houver complicações, cura-se sozinho, sem a utilização de medicamentos.

Atitudes simples como manter a vacina da gripe atualizada, alimentar-se de forma saudável, beber bastante água por dia, estar com o sono regulado, permanecer em ambientes ventilado, utilizar lenços descartáveis e realizar a higienização das mãos e superfícies constante são formas de fortalecer o sistema imunológico e prevenir a contração das doenças. 

⚠️ Atenção: É importante salientar que, neste momento de pandemia, devemos estar atentos aos sintomas da COVID-19 que são similares a de um simples resfriado até uma pneumonia, são eles: tosse, febre persistente, coriza, dor de garganta e dificuldade para respirar. Caso se enquadre, procure atendimento médico na triagem específica para os casos de coronavírus (na Rede Pública de Saúde e/ou na área específica de atendimento no Pronto Socorro do Hospital Geral).

 

_________________

Por: Gislaine Rodrigues (Assessoria de Comunicação – Santa Casa do Rio Grande)

 

Compartilhe